sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Projeto "ReAÇÃO Bom de Luta, Bom na Escola” irá se estender a alunos da Vila Nhá-Nhá


Está previsto para o início do mês de fevereiro o desenvolvimento do projeto "ReAÇÃO: Bom de Luta, Bom de Escola”, no bairro Vila Nhá-Nhá, região sul da capital.
O projeto teve início entre alunos do bairro Jockey Clube em meados do ano de 2011, por iniciativa do soldado Herrero da Polícia Militar, com estilo Greco Romana e Luta Olímpica, e o soldado Franco, com a modalidade de Jiu-Jitsu. Os objetivos são preparar os alunos na arte da luta Jiu-Jitsu, para que possam desenvolver suas habilidades motoras, bem como aumentarem o poder de concentração, o que ajuda a melhorar não apenas no que se refere ao comportamento, como aumenta a capacidade de assimilação nos estudos escolares. Outro objetivo é preparar os alunos para competirem em campeonatos de Jiu-Jitsu, bem como torná-los capazes de futuramente ministrarem aulas a outros praticantes.
Além das aulas práticas, duas vezes por semana são realizadas palestras sobre diversos temas, por representantes de diversos seguimentos da sociedade, que buscam levar aos alunos o conhecimento de outras realidades e inspiração para os estudos e a responsabilidade, através do exemplo de pessoas que superaram dificuldades e conseguiram realizar seus objetivos pessoais por meio da disciplina e do comprometimento.
No início desta semana os alunos do projeto Jockey Clube tiveram um “aulão” com o mestre Higa da Equipe De La Riva e receberam à primeira graduação, por terem demonstrado comprometimento com o projeto.
Segundo o soldado PM Franco, os pais dos alunos participantes foram unânimes em afirmar que seus filhos melhoraram o comportamento no âmbito escolar e familiar, além de melhorarem no rendimento referente às notas na escola. Com o projeto da Vila Nhá-Nhá, espera-se que os alunos demonstrem o mesmo comprometimento e que os resultados possam ser semelhantes aos até agora obtidos, para que no futuro existam diversos multiplicadores da iniciativa que possam estender o projeto para outras regiões não apenas da capital, como de todo o estado.

Força Tática do 10º BPM apreende arma de fogo calibre 12 na capital


Por volta das 18h desta quinta-feira a Força Tática do 10º BPM prendeu um homem por tráfico de drogas e apreendeu uma arma calibre 12, no bairro Vila Aimoré, na capital.
O fato ocorreu após uma denúncia anônima a respeito de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, que levou os policiais até um endereço onde se encontrava um homem de 28 anos.
Questionado pelos policiais sobre as denúncias o morador da casa confessou que havia sob sua custódia papelotes de cocaína e uma espingarda calibre 12, com 12 munições intactas, porém, segundo ele, tanto a droga, quanto a arma, seriam de propriedade de um homem que ele alegou não saber identificar, dizendo apenas que o mesmo pertence a facção criminosa denominada PCC (Primeiro Comando da Capital). O homem afirmou ainda que receberia a quantia de setecentos reais pela “guarda” do material.
Os policiais conduziram o acusado, a arma, munições e o entorpecente até a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Policiais do 10º BPM apreendem revólver no bairro Pioneiros


Arma de fogo apreendida pelos policiais do 10º BPM

Policiais do 10º BPM apreenderam na noite do último domingo (15) um revólver calibre 38, com seis munições e prenderam um homem de 23 anos por porte ilegal de arma e ameaça.
O fato ocorreu após o autor fazer ameaças a diversas pessoas, entre elas um policial militar, na rua Ana Luiza de Souza, bairro Pioneiros.
O autor tentou dispensar o revólver e evadir-se do local assim que percebeu a aproximação de uma viatura da Polícia Militar, porém foi contido pelos policiais, que encontraram próximo a ele a arma usada nas ameaças.
A arma foi apreendida e o autor conduzido até a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da vila Piratininga.

Policiais do 10º BPM apreendem pistola de propriedade do Estado e recuperam objetos furtados na Capital

Pistola do Estado recuperada durante ação do 10º BPM
Na manhã do último domingo (15), ocorreu o furto de um aparelho de som automotivo no bairro Tiradentes. A Polícia Militar do 10º BPM, em rondas pela região, se deparou com dois indivíduos em uma motocicleta, com as mesmas características descritas pela vítima do furto, que, ao perceberem a aproximação dos policiais, tentaram empreender fuga.
Os policiais fizeram o acompanhamento tático dos mesmos e perceberam quando um deles dispensou um objeto no canteiro central da avenida Canindé, sendo que só conseguiram fazê-los parar alguns quilômetros adiante. Durante a checagem constou que um deles encontrava-se foragido da colônia penal agrícola.
Ao retornarem a avenida Oceania foi encontrado o aparelho de som automotivo, furtado momentos antes.
Na residência do indivíduo que se encontrava foragido, os policiais realizaram uma vistoria, autorizada pela mãe do mesmo, onde encontraram uma pistola marca Imbel, calibre .40, com descrição da Secretaria de Estado de Justiça e de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (Sejusp), com treze munições intactas. Encontraram ainda um jogo de rodas esportivas, mais um aparelho de som automotivo, além de outros objetos.
Aos policiais o autor alegou ter comprado a pistola por R$ 2,500 de um indivíduo cujo nome não soube informar.
Os acusados foram encaminhados a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da vila Piratininga, para o esclarecimento dos fatos.